A maioria das mulheres ainda não teve filhos por causa da vida profissional ou porque não encontraram o homem certo. Elas acreditam que isto não é um problema e que a melhor maneira para adiar essa fertilidade é congelar os óvulos. Mas a maioria tem uma percepção distorcida sobre o assunto porque, apesar dos avanços das técnicas de congelamento de óvulos, ainda é considerado apenas experimental. Em todo o mundo só existem pouco mais de 500 bebês que nasceram através desse método e as chances de gravidez são de, no máximo, 20 a 30%. O mais aconselhável continua sendo engravidar em idade fértil.

Para a reprodução assistida, o congelamento de óvulos sempre foi um desafio, ao contrário dos espermatozóides, que são congelados com sucesso há mais de 50 anos, e dos embriões, há 15. O procedimento era lento e formava cristais de gelo no óvulo, então muitos não suportavam o processo de descongelamento e “estouravam”, registrando uma média de sobrevivência em 10%. Além disso, após esse descongelamento apareciam alterações cromossômicas que inviabilizavam a utilização do óvulo.

Depois do aperfeiçoamento, surgiu a técnica da “Vitrificação”, em que o óvulo é congelado rapidamente e envolto por uma substância gelatinosa, diminuindo a possibilidade de formação de cristais. Antes do congelamento, os óvulos são extraídos após a estimulação da ovulação. A temperatura é, então, reduzida de 37°C, temperatura do corpo humano, à temperatura do nitrogênio líquido, 196°C negativos, que permite um armazenamento por tempo indefinido. A Vitrificação trouxe avanços significativos nos resultados de congelamento de óvulos e também é utilizada rotineiramente na atualidade para congelamento de embriões. Após o descongelamento, os óvulos são fecundados por meio da técnica de fertilização ICSI, sigla em inglês para Injeção Intra-Citoplasmática de Espermatozóide, em que um único espermatozóide é injetado no óvulo.

Antes de a paciente tomar qualquer decisão, o médico precisa informá-la de que a técnica é experimental e que não é possível garantir que ela vá engravidar no futuro. A clínica BIOS realiza o congelamento por vitrificação há um ano e meio e tem cerca de dez pacientes com óvulos congelados, todas conscientes das limitações.

COMENTÁRIO DO ESPECIALISTA: é lógico que a possibilidade de poder adiar a maternidade para uma época em que estejam mais "bem resolvidas" emocionalmente e profissionalmente interessa a muitas mulheres. Do ponto de vista biológico, isto é um aposta extremamente perigosa, pois sabemos que quanto mais jovem a mulher, maiores as chances de conseguir uma gravidez. Portanto, como regra geral, o melhor é que a mulher engravide o mais cedo possível, dentro de suas possibilidades e programação. E o problema central é sempre o envelhecimento dos óvulos, um fenômeno universal e irreversível em todas as mulheres e que se inicia quando ainda ela está no ventre de sua mãe.

Existiriam algumas situações em que o adiamento da maternidade seria necessário. Uma situação social, por vontade própria, ou em casos médicos em que doenças precisam ser tratadas ou curadas (inclusive cânceres) antes que a mulher seja liberada para engravidar. Por isso a possibilidade de congelar óvulos, mantendo sua capacidade de fecundação, sempre fascinou. Inicialmente esta situação esbarrou na dificuldade técnica do procedimento. O óvulo é uma célula grande, com enorme conteúdo de água. A água ao congelar expande seu volume, e isto levava na maioria das vezes a danos irreversíveis nos óvulos. Este problema foi em grande parte resolvido pela Vitrificação. É um método de congelamento ultrarrápido em que os tecidos passam quase que instantaneamente a um estado sólido semelhante ao vidro, diminuindo os danos que a redução de temperatura poderia causar aos tecidos.

A Vitrificação, realmente, veio melhorar muito a qualidade do congelamento ovocitário, e alguns centros mundiais de pesquisas já tem conseguido chances de gravidez com esta técnica muito próximas das chances obtidas com óvulos “a fresco" .

No entanto, como tudo em Medicina, necessita de tempo para sedimentar a técnica e oferecê-la em larga escala. O método ainda deve ser considerado experimental e as pacientes que quiserem congelar óvulos para tentar gravidez futura devem estar cientes desta situação e das limitações envolvidas.

 

23 Comentários para “Eficácia do congelamento de óvulos”

  1. No caso de mulheres que pensam em produção independente recorrendo a um banco de esperma, mas que não querem ser mãe agora, só depois dos 35 seria melhor o congelamento do óvulo ja fecundado (embrião) com a amostra de esperma escolhida?
    As chances de uma gravidez são bem melhores com o congelamento do embrião ao invés do óvulo??

  2. eliane disse:

    ola boa tarde, ja e o meu quarto tratamento para engravidar o primeiro bebe eu perd comvingou e o terceiro nem ficou embriao ( perdi c 38 semanas) o segundo nao estou no processo de ovulaçao fazndo tratamento e agora a dr. fez um exame e constatou endrometrose entao nao posso fazer o tratamento nesse ciclo so depois de tomar os antibioticos por 14 dias ( azitromicina )hoje congelou meus o meus ovulos…estou com medo e tao caro e se nao der certo…mais uma decepçao na minha vida…………………….aguardo com muita urgencia uma resposta de quem intende do assunto…eu nao tenho conhecimento disso..me pegou de surpressa na clinica nao tava preparada

  3. fabioeugenio disse:

    Oi Eliane,

    Pelo que entendi foram congelados os embriões (ou os óvulos) porque seu endométrio não estava adequado para implantação.

    Nestes casos, as chances com transferência posterior dos embriões congelados é muito boa.

    Abs,

    Dr. Fábio Eugênio

  4. Alessandra disse:

    Gostaria de parabeniza-lo pelo site!
    Tenho 41 anos, há 3 meses nasceu minha filha que foi concebida por FIV e tenho vontade de ter mais um filho. Gostaria de saber se devo vitrificar óvulos ou congelar embriões, caso queira fazer nova FIV daqui há 1 ano. A taxa de sucesso é maior com a vitrificação de óvulos ou congelamento de embriões?

  5. fabioeugenio disse:

    Oi Alessandra,

    Obrigado pelo incentivo.

    A melhor ideia é vitrificar já os embriões formados, pois as chances de gravidez serão maiores quando for implantar futuramente.

    Abs,

    Dr. Fábio Eugênio

  6. jennifer santos da costa passarini disse:

    oi dr minha duvida é a seguinte fiz , o tratamento com as injeçoes , para ter ovulaçao mais no dia que marcou a tranferencia foi constatado agua no utero e nao pudi colocar os embrioes, sera que eu tenho esperança de dar certo ,só vou poder agora no proximo ciclo, quais sao as chances deu engravidar depois de descongelalos ?

  7. fabioeugenio disse:

    Oi Jennifer,

    As chances com embriões descongelados, se a qualidade deles for boa, é excelente.

    Abs,

    Dr. Fábio Eugênio

  8. francisco disse:

    doutor se os ovulos fecundados( embriões) no primeiro dia forem congelados e descongelados 2 meses depois eles chegaram a blastocistos? esse procedimento é adequado?

  9. fabioeugenio disse:

    Oi Francisco,

    Pode-se descongelar o embrião e cultivá-lo até a fase de blastocisto.

    Abs,

    Dr. Fábio Eugênio

  10. andreia disse:

    Dr. Fabio,
    Gostaria muito de saber se existe algum exame q mostre se o meu
    Marido possui os genes femininos (x), pois ele tem dois meninos e
    Gostaríamos muito de ter uma menina agora. Existe algum tratamento que nos garanta ter uma menina?
    E o custo?
    Muito obrigada por sua atenção.

  11. fabioeugenio disse:

    Oi Andreia,

    Todo homem tem os dois cromossomos X e Y !!

    A escolha de sexo na FIV somente é permitida nos casos de doenças genéticas familiares.

    Abs,

    Dr. Fábio Eugênio

  12. Sylícia disse:

    Eu consegui com a captação 3 óvulos maduros e 1 imaturo. Essa quantidade seria suficiente ou deveria congelar mais para congelá-los com o intuito de uma gravidez futura?

  13. fabioeugenio disse:

    Oi Sylicia,

    Para congelamento de óvulos, é melhor uma maior quantidade.

    Abs,

    Dr. Fábio Eugênio

  14. lidiane disse:

    Existe a possibilidade de saber se esses ovulos sao saudaveis, se a criança pode ter algum problema de saude???

  15. fabioeugenio disse:

    Oi Lidiane,

    Existe possibilidade de analisar os embriões (PGD).

    Abs,

    Dr. Fábio Eugênio

  16. liriam disse:

    Meu marido possui síndrome de tourette e os 2 filhos dele tbm… hj ele se encontra vasectomizado e iremos fazer fiv… gostaria de saber se no meu caso eu posso fazer o diagnostico pre implantação e separar as meninas…pois o medico aqui de minha cidade me informal que essa síndrome acomete mais o meninos..

  17. fabioeugenio disse:

    Oi Liriam,

    É possível neste caso selecionar embriões femininos pela FIV com PGD.

    Abs,

    Dr. Fábio Eugênio

  18. Telma disse:

    Bom dia Dr. Fábio,

    Fiz um tratamento para postergar minha gravidez. Tenho 35 anos e nesse tratamento consegui 20 folículos e destes no dia do procedimento foram retirados 15 e 12 destes foram congelados classificados pelo meu médico estes 12 como grupo A.
    Ao ler seu texto vi que apenas 500 casos tiveram sucesso ao serem descongelados.
    Portanto então a técnica de congelar óvulos é praticamente inútil e uma fábrica de dinheiro para as clínicas e uma fábrica de sonhos frustrados para as mulheres que ali depositam sua confiança e suas economias?
    Afinal fiz este procedimento pois neste momento não teria como ter um filho, não por infertilidade, mas por não ter um companheiro.
    Portanto minha dúvida é se isso é pura enganação. Se com 12 óvulos super saudáveis classificados no grupo A minhas chances continuam mesmo assim super limitadas?

  19. fabioeugenio disse:

    Oi Telma,

    A técnica evoluiu muito com a Vitrificação. Hoje a recuperação de óvulos congelados é excelente, e a eficácia do tratamento é ótima.

    Mas sempre devem ser informadas as limitações da técnica.

    Abs,

    Dr. Fábio Eugênio

  20. Karina disse:

    Boa tarde!! Fiz a fiv tive 7 folículos retirados
    4 maduros e 3 fecundados. Porém vai fazer a
    Vitrificação. Por qual motivo?

  21. fabioeugenio disse:

    Oi Karina,

    Em geral porque há risco de hiperestímulo, ou o endométrio não está receptivo.

    Abs,

    Dr. Fábio Eugênio

  22. Kelly disse:

    vou fazer a coleta de óvulos em 5 dias . A última ultrassom deram 4 óvulos c bom tamanho o coleta. São poucos eu sei…mas o que aumenta minhas chaces de sucesso posterior ? Congelar os óvulos ou embriões ?

  23. fabioeugenio disse:

    Oi Kelly,

    Entre as duas opções, congelar embriões é mais efetivo.

    Abs,

    Dr. Fábio Eugênio

Deixe uma resposta

Mensagem