Quando tocamos no tema obesidade, surgem várias questões em torno do assunto.
Por exemplo, será que o ganho de peso durante a gravidez pode prejudicar o período da gestação? Como mãe, a obesidade pode interferir na minha saúde e do bebê?
Calma! Nem tudo é motivo para pânico.
Diante de todas essas preocupações, vamos descobrir o que são mitos e verdades.

Pode comer, mas com qualidade!
Ironicamente, apesar da grande presença de calorias, a mulher com obesidade apresenta carência de vitaminas e minerais e isso pode refletir na saúde do bebê.
Então preste atenção, pois hábitos saudáveis, como a ingestão de alimentos nutritivos de forma moderada, é sempre uma boa pedida.

Atividade física na gravidez? É uma boa?
Qual mulher nunca ouviu do marido preocupado, “amor não levanta peso, pode fazer mal?”
Segundo a pesquisadora, Leah Savitsky, da Oregon Health and Science University, em Portland, nos Estados Unidos, exercícios podem na verdade ajudar a reduzir o risco de diabetes e doenças relacionadas ao aumento da pressão sanguínea em mulheres obesas grávidas.
Além disso, a pesquisa também revelou que a prática do exercício durante a gravidez estava relacionada ao menor risco de nascimentos de bebês prematuros e mortalidade materna.

Meu peso vai influenciar no tamanho do bebê?!
Essa relação não existe!
O sobrepeso exagerado da mãe não vai influenciar no tamanho da criança, e sim, em sua saúde, pois há uma probabilidade da mãe e do bebê desenvolverem doenças, como diabetes, hipertensão e obesidade.

O risco da epilepsia
Em pesquisa elaborada pelo Instituto Karolinska, em Estocolmo, Suécia, pesquisadores identificaram que o aumento do risco de epilepsia na criança é proporcional ao nível do peso da mãe nos primeiros meses de gravidez.
Na pesquisa foram recolhidos dados de 1,4 milhão de crianças nascidas entre os anos de 1997 e 2011 no país.

Sem pânico!!
É normal engordar na gravidez, e, embora, não exista um valor correto que determina o peso que se adquire nessa fase, deve- se levar em consideração o IMC da mulher ao engravidar.

· Mulheres com IMC pré-gestacional menor que 18,5 Kg/m2, devem engordar entre 12 a 18 Kg;
· Mulheres com IMC pré-gestacional entre 18,5 e 24,5Kg/m2 devem engordar entre 9 e 10 Kg;
· Mulheres com peso pré-gestacional maior de 30 Kg/m2, podem engordar no máximo 11,5 Kg durante os 9 meses de gestação.

Estes valores estão de acordo com o conselho da Associação Americana de nutrição, que considera: alterações corporais com o aumento das glândulas mamárias, desenvolvimento da placenta, feto, líquido amniótico, aumento do útero e aumento do volume sanguíneo.

Quer realizar o sonho de ser mãe? Agende uma visita em nossa clínica:

Medicina Reprodutiva – Dr. Fábio Eugênio
Rua Henriqueta Galeno, 749 – Dionísio Torres
Fone: (85) 3047.8080 / 99909.0227

2 Comentários para “Obesidade na gravidez: Mitos e Verdades!”

  1. Dulcelina disse:

    Boa tarde Sr.Doctor , sou Dulcelina , vivo em cabo verde , meu problema é que , ja faz dois meses que não vejo o meu periodo e ele so veio agora e de uma cor estranha , vermelho clara , e um dia vejo a menstruação no outro eu vi o liquido branco e no dia seguinte e a menstruação nova mente , depois vi o liquido branco novamente e ate ahora tou vendo ao o liquido branco mas ele ta a sair muito e cheira mal , fiz dos teste de gravidez de farmacia na primeira a primeira linha aparece bem clara e no segundo teste a primeira aparece clarinha de novo mas so que mas esquera que o no primeiro, tou vendo veias por toda a parte do corpo mas eu não tou sentindo nenhum sintomas de gravidez. …

  2. fabioeugenio disse:

    Oi Dulcelina,

    Para tirar a dúvida, faça um beta-hcg (sangue)!

    Caso não seja gravidez, deve ser alguma disfunção hormonal.

    Abs,

    Dr. Fábio Eugênio

Deixe uma resposta

Mensagem