Uma mulher de 36 anos na Suécia deu à luz um bebê graças a transplante de útero. É o primeiro caso relatado na literatura científica mundial. A operação foi realizada pelo professor Matts Braennstroem da Universidade de Gotemburgo. A notícia foi publicada na revista médica Lancet, e reproduzida no site da LARA (rede Latino Americana de Reprodução Assistida).

Esta mãe nasceu com ovários, mas sem útero (síndrome de Rokitansky). Nesta síndrome congênita rara a mulher não pode gestar em seu ventre. Até agora, a medicina reprodutiva tem oferecido a estes casais, e com excelentes taxas de sucesso, a gestação de substituição ou útero solidário – nesta situação uma outra mulher, parente da futura mãe sem útero, vai gestar o bebê.

No caso em questão, a mulher foi capaz de realizar seu sonho de ter um bebê, graças aos avanços científicos e da bondade de uma amiga, já na menopausa, com 60 anos, e que doou seu útero.

Durante anos, cientistas têm tentado desenvolver um transplante de útero, primeiro em ratos, em que tinha havido nascimentos, e depois em seres humanos. Em abril de 2000, ocorreu na Arábia Saudita pela primeira vez no mundo um transplante de útero em uma mulher de 26 anos que havia perdido o órgão em uma cirurgia. Este útero transplantado foi rejeitado pelo sistema imunológico da mulher, mas a rejeição foi controlada com tratamento imunossupressor por 10 dias. Em seguida, o paciente foi tratado com hormônios para proliferar o revestimento do útero (endométrio) e conseguiu ter dois ciclos menstruais. Porém ocorreu uma complicação, um coágulo obstruindo a artéria responsável pelo fornecimento de sangue para o útero, o que causou sua necrose, e o útero teve de ser removido. Apesar disso, a operação foi considerada um sucesso porque representava uma nova alternativa para pacientes com útero defeituoso ou ausente.

Desde 2007, Dr. Giuseppe Del Priore e sua equipe de cirurgiões do Hospital de Nova York realizam transplante de útero em humanos. Na Turquia em 2011, uma mulher com um útero transplantado ficou grávida através de fertilização in-vitro (FIV), mas teve um aborto espontâneo seis semanas mais tarde. Por sua parte, o professor Braennstroem e sua equipe vem realizando pesquisas em animais e humanos por mais de 10 anos, e agora se tornam a primeira equipe a conseguir o nascimento de um bebê advindo de um transplante de útero.

Na Suécia, Professor Braennstroem já efetivou transplante de útero em nove mulheres. Foi necessário remover o órgão em dois casos, por complicações como infecção ou coágulos sanguíneos. As outras sete mulheres voltaram a ter menstruação nos primeiros 2-3 meses pós-cirurgia, e permaneceram assim durante este ano.

No caso desta paciente que se tornou mãe, a operação de transplante foi realizada no ano passado e durou cerca de 10 horas. Anteriormente o casal tinha sido submetido a um ciclo de fertilização in-vitro (FIV), realizado com os óvulos da paciente, e onze embriões foram criopreservados (vitrificados). Um ano após o transplante, o embrião foi transferido ao útero. Durante a gravidez, a paciente teve um breve episódio de rejeição, que foi controlada com imunossupressores. Houve desenvolvimento de hipertensão gestacional (pré-eclâmpsia), e foi necessário interromper a gravidez antes dos 9 meses. O bebê nasceu prematuro por cesariana com 32 semanas de gestação, mas com excelente vitalidade (índice de Apgar), e pesando 1,8 quilos!

Esta notícia é a prova de que o transplante pode ser um tratamento efetivo nos casos uterinos de subfertilidade, e traz nova esperança para aquelas mulheres sem útero, ou com útero anormal/disfuncional que sonham em ter um filho. Os resultados sugerem ainda que, com estes novos avanços tecnológicos, será possível também ajudar os pacientes com outros problemas uterinos, tais como abortos de repetição ou parto prematuro.

Até o próximo post!!

25 Comentários para “Nasce primeiro bebê no mundo após transplante de útero”

  1. Ana paula disse:

    Olá Dr.Fabio Eugenio
    Será que como teve esse útero transplantado,à possibilidades de ter trompas tb transplantadas?Pois não tenho as minhas.Abraços

  2. fabioeugenio disse:

    Oi Ana,

    Não é possível transplante de trompas. O ideal é fazer a FIV.

    Abs,

    Dr. Fábio Eugênio

  3. Rosangela Moreira disse:

    Boa tarde Dr.
    Este procedimento já está sendo feito ou testado no Brasil, pois perdi o meu útero ano passado, estava gestante e tive rompimento uterino duas vezes uma com três. meses de gestação e a outra com quase oito meses a bebê nasceu sem vida e o médico teve que retirar meu útero.
    Abraços

  4. fabioeugenio disse:

    Oi Rosângela,

    Ainda é um procedimento experimental – realizado apenas em centros de pesquisa.

    No seu caso fazemos a FIV com gestação de substituição (útero solidário).

    Abs,

    Dr. Fábio Eugênio

  5. Grace disse:

    Boa tarde Dr. Tenho 31 anos e fiz uma esterectomia a 5 meses,ainda estou sem chão, não consigo aceitar o fato de não poder gerar meu filho.sera que esse método ainda esperimental,pode me dar alguma esperança?

  6. fabioeugenio disse:

    Oi Grace,

    Precisamos esperar mais tempo e mais estudos para confirmar a segurança. A opção no momento é a gestação de substituição (útero solidário).

    Abs,

    Dr. Fábio Eugênio

  7. sabrina disse:

    Boa noite Dr. fiz uma histerectomia a 5 anos, foi retirado meu utero, trompas e 1 ovário. Não aceito o que aconteceu comigo,meu sonho é que um dia eu consiga engravidar. Posso ter alguma esperança?

  8. fabioeugenio disse:

    Oi Sabrina,

    Pode haver gravidez com seu óvulo + espermatozoide do seu marido, sendo o embrião implantado no útero de uma parente sua (gestação de substituição).

    Abs,

    Dr. Fábio Eugênio

  9. Beatriz Rodrigues disse:

    Bom dia Dr. Fábio.
    Tenho 38 anos e o meu maior sonho seria ter mais filhos uma menina. Tive que parar de sonhar a uns 3 anos quando tive que fazer uma hesterectomia que ficou apenas uma parte do colo do útero tinha muito sangramento, miomas e endometriose. Fiquei feliz em saber que uma mulher deu a luz a um bebê através de um útero transplantado e correu tudo bem.
    Li que aqui no Brasil estão em estudo.
    E com isso voltei a sonhar de novo.
    Por gentileza Dr. Fábio o senhor poderia me falar se tem alguma data em que vai começar a acontecer esse transplante aqui no Brasil?
    Muito obrigado!

  10. fabioeugenio disse:

    Oi Beatriz,

    O procedimento ainda está em fases de pesquisa em alguns centros do mundo. Sem previsão de iniciar esta pesquisa no Brasil.

    No caso de mulheres que perderam o útero, realizamos de rotina a fertilização in-vitro (FIV) com gestação de substituição (útero solidário em uma parente sua).

    Abs,

    Dr. Fábio Eugênio

  11. Adriana disse:

    Boa tarde Dr. Fabio
    tenho 44 anos tenho duas filha e comecei um relacionamento há quatro anos e submeti há histerectomia há tres anos e tenho um sonho de dar um filho p ele pois é louco p ser pai sera que posso realizar esse sonho que parece ser impossivel

  12. fabioeugenio disse:

    Oi Adriana,

    Você pode fazer a FIV com seus óvulos ou óvulos doados, e o embrião ser implantado no útero de uma parente sua (gestação de substituição).

    Abs,

    Dr. Fábio Eugênio

  13. Luciana Maria disse:

    Olá tudo bem gostaria de saber eu não tenho útero e sonho em ser mais pois com 26 anos perdi o útero por Deus tem como fazer um traspante de útero tenho a doadora ou fazer algo para eu poder ter meu filho estou em desespero escrevo pra vários lugares mais nunca tivê retorno me ajuda Dotor Fábio Eugênio

  14. fabioeugenio disse:

    Oi Luciana,

    É perfeitamente possível você ser mãe, através da fertilização in-vitro (FIV) com seus óvulos + sêmen do seu marido. O embrião é implantado no útero de uma parente sua.

    Abs,

    Dr. Fábio Eugênio

  15. Lérida Nascimento disse:

    Dr. Fabio Eugênio…

    Este método de fertilização in – vitro com óvulos + sêmen do meu futuro marido … ele é confiável quanto as características físicas, formação genética …somente do que foi implantado ou há possíbilidades de acrescentar ao da mulher que está gerando o bebê ? Poderia ser implantado em minha filha ?
    Quanto ao implante realizado na Suécia… há riscos de morte, caso haja complicações ?

  16. fabioeugenio disse:

    Oi Lérida,

    O método de fertilização in-vitro (FIV) é muito seguro!!

    Em relação ao transplante de útero, ainda é feito em caráter experimental.

    Abs,

    Dr. Fábio Eugênio

  17. Deborah disse:

    Dr ouvi dizer Q tem mulheres Q doe ou vende seu útero, isso é possível aqui no Brasil? Pois minha prima nasceu sem útero mais tem os ovários. Só precisa de um úteros, mas como saber se esse útero é compatível pra ela,pq a moça pediu 80,mil pra ela. Tá caro não tá? kkk
    Desculpe pergunta pq ela tá desesperada e ia fazer empréstimo já pra compra.
    Obrigada

  18. fabioeugenio disse:

    Oi Deborah,

    É proibido este tipo de comércio no Brasil !!

    O útero de substituição deve ser feito entre parentes, e sem caráter de comércio.

    Abs,

    Dr. Fábio Eugênio

  19. Junio disse:

    Boa tarde dr eu tenho 29 anos minha esposa tem 22 ela n tem útero será q conseguimos uma cirurgia pra ela experimental ela é loca pra ter um filhocasei sabendo ela é muito especiais a melhor esposa do mundo faria tudo para realizar esse sonho mas não tenho condições financeiras para fazer em (FIV) se tiver alguma coisa q possa fazer me ajude.

  20. Junio disse:

    Boa tarde dr eu tenho 29 anos minha esposa tem 22 ela n tem útero será q conseguimos uma cirurgia pra ela experimental ela é loca pra ter um filho casei sabendo q não tinha útero ela é muito especiais a melhor esposa do mundo faria tudo para realizar esse sonho mas não tenho condições financeiras para fazer em (FIV) se tiver alguma coisa q possa fazer me ajude.

  21. fabioeugenio disse:

    Oi Junio,

    Ainda não está sendo realizada no Brasil o transplante de útero. E mesmo nos casos realizados, para engravidar tem que fazer a FIV.

    Abs,

    Dr. Fábio Eugênio

  22. clea marcia magalhães cordeiro disse:

    olá dr fabio, eu tive uma cesarea, em maio do ano passado, tive hemorragias intensas , fui diagnosticacada com adenomiose, gostaria muito de formar uma familia,e meu sonho,sobre o implante de utero eu fiquei sabendo , que o Hc, mais a usp , realizaram o implante de utero aqui no Brasil recentemente , eu fiquei sabendo agora , a duvida que eu gostaria de tirar é se após esse transplante de útero, uma mulher pode engravidar normalmente …., ou será necessário uma fertilização in vitro???

  23. fabioeugenio disse:

    Oi Cléa,

    É necessário fertilização in-vitro.

    Abs,

    Dr. Fábio Eugênio

  24. Ana lima disse:

    Tem poucos dias foi redirado meu útero é um ovário
    Sou louca pra ser mãe no meu caso tem como eu fazer o transplante de útero pois ainda tenho 1 ovário
    No meu caso e possível e com quando tempo posso faze essa cirurgia tenho ja doadora???
    Por fa vo me responda vc e minha única esperança
    Ainda estou sem chão sem mundo me ajude pelo amor d Deus???

  25. fabioeugenio disse:

    Oi Ana,

    Transplante de útero ainda é procedimento experimental.

    Uma boa opção no seu caso é a fertilização in-vitro (FIV) com útero de substituição (solidário).

    Abs,

    Dr. Fábio Eugênio

Deixe uma resposta

Mensagem