Infelizmente, na maioria das vezes, a investigação sobre a saúde reprodutiva no homem só é iniciada quando as dificuldades para gerar um filho começam a aparecer. Entretanto, como muitos casais estão adiando a gravidez, levando à diminuição das chances de gestação quando a mulher completa 35 anos, recomenda-se que o homem faça uma investigação de sua fertilidade antes mesmo de decidir programar um filho. Em nenhuma hipótese, qualquer tratamento de fertilidade deve ser iniciado sem a investigação mínima do homem. Uma boa avaliação da fertilidade masculina inicia-se com o histórico do paciente, seus antecedentes e espermograma.

​Este exame do sêmen, o espermograma, é um exame simples e básico, e deve sempre fazer parte de qualquer rotina de avaliação do homem que deseja ser pai.​

É preciso quebrar cada vez mais a resistência do homem aos consultórios médicos e incentivá-lo a buscar cuidar da sua saúde afim de que problemas maiores no futuro sejam evitados, como por exemplo, a infertilidade.

Nenhum comentário ainda, seja o primeiro.

Deixe uma resposta

Mensagem