A medicina, indubitavelmente, tem avançado a passos largos ao redor dos séculos. Os progressos constantes na prevenção, diagnóstico e tratamento de várias doenças têm contribuído para a melhora da qualidade de vida de toda população, além do aumento de sua longevidade.

Uma das áreas da medicina que mais tem se beneficiado dos avanços da ciência e tecnologia, é exatamente a Medicina Reprodutiva. Desde 1978, quando na Inglaterra nasceu o primeiro bebê de proveta – Louise Brown – a fertilização in-vitro (FIV) e suas técnicas correlatas revolucionaram o tratamento da subfertilidade dos casais

Muitas vezes, porém, parece que estes avanços estão distantes de nossa realidade local – Fortaleza – ocorrendo apenas em grandes centros nacionais (ex: São Paulo), ou em países mais desenvolvidos. Este é um grande engano!!

A boa notícia é que todos estes fantásticos avanços da medicina reprodutiva já estão incorporados à rotina de nossas clínicas de reprodução humana em Fortaleza. E há muito tempo!!

Em 1999, pertinho da virada do século, ocorreu o nascimento do primeiro bebê de fertilização in-vitro (FIV) aqui de nossa cidade. Tive o privilégio de fazer parte do grupo de médicos que , em nossa clínica – BIOS, obteve este divisor de águas na medicina reprodutiva cearense.

Nestes 16 anos de evolução da especialidade, Fortaleza sempre se manteve entre os centros mais importantes da medicina reprodutiva brasileira, e sem nada a dever aos grandes centro internacionais.

Através de constantes atualizações e treinamentos de equipe médica e embriologistas, fomos incorporando rapidamente cada avanço da especialidade, sempre no intuito de oferecer ao casal em nosso estado, e estados vizinhos, a mais atual tecnologia, e assim obter taxa de gravidez nos tratamentos de fertilização in-vitro semelhante aos melhores centros mundiais.

Já nos primórdios do funcionamento de nossa clínica incorporamos a injeção citoplasmática de espermatozoides (ICSI), técnica que veio revolucionar o tratamento nos fatores masculinos de subfertilidade. Hoje a ICSI é rotineira em todos os casos de FIV.

Também desde o início nossa clínica contou com o Laser OCTAX, sendo pioneiro no Nordeste, técnica que facilita o trabalho com embrião para afinamento da zona pelúcida (hatching) e biópsia embrionária.

As técnicas de criopreservação de material biológico (sêmen, óvulo e embriões) sempre foram largamente utilizadas em nossa clínica. Há vários anos já padronizamos a Vitrificação, técnica de congelamento ultra-rápido que conserva melhor a qualidade das células, como o método único de criopreservação. Hoje podemos oferecer chances de gravidez semelhantes com óvulos e embriões a frescos ou congelados (vitrificados).

Atentos aos avanços espetaculares da genética, desenvolvemos treinamento do nosso corpo de embriologistas para realização do PGD e PGS (diagnóstico genético pré-implantacional). Hoje é possível detectar várias doenças cromossômicas e genéticas nos embriões antes de sua transferência para o útero. Utilizamos a técnica mais moderna, que é a hibridização genômica comparativa (CGH) – que permite análise de todos os cromossomos do embrião -, através de biópsia embrionária por laser no 3o dia ou na fase de blastocisto.

Esta técnica de CGH, rotineiramente feita em Fortaleza, é a mesma técnica utilizada em todas as grandes clínicas de reprodução assistida ao redor do mundo, sejam privadas ou ligadas a centros universitários.

O laboratório da BIOS hoje conta com 7 incubadoras de última geração, para cultivo embrionário dentro das mais rigorosas condições de controle de qualidade laboratorial. Isto permite que tenhamos excelente técnica de cultivo, formando embriões de qualidade, o que reflete diretamente em nossa taxas de sucesso.

A transferência embrionária com cateter macio e guiada por ultrassom pélvico (transvesical) é o modelo mais efetivo de otimizar as chances de gravidez. Já utilizamos este processo desde que os primeiros trabalhos científicos confirmaram sua eficácia e segurança.

De nada adiantaria toda esta tecnologia sem uma preocupação principal com o bom atendimento ao casal. É fundamental que o casal se sinta acolhido e valorizado, ao enfrentar a jornada da subfertilidade e do seu tratamento. Por isso toda a estrutura de funcionamento da clínica, e corpo técnico de médicos e especialidades auxiliares, é voltada completamente para este bom atendimento do casal, procurando trazer conforto físico e emocional em cada passo do tratamento.

Acreditem: todos estes avanços estão aqui mesmo em nossa cidade. E a ciência não para de avançar,e, portanto, novas tecnologias estão sempre sendo incorporadas à nossa medicina reprodutiva alencarina.

Hoje podemos dizer com tranquilidade, sem medo de errar, que a medicina reprodutiva em Fortaleza anda pari passu com os grandes centros da especialidade em nível mundial. Tenho comprovação constante desta afirmação quando frequento os congressos internacionais de nossa especialidade.

Conversando com colegas de outros países, e assistindo às apresentações de suas pesquisas e resultados clínicos, vejo que estamos semelhantes,ou mesmo superiores, a eles nas taxas de sucesso (gravidez) que oferecemos aos nossos casais. Inclusive muitos deles ficam impressionados com nossas estatísticas de gravidez nos casos de FIV, e com a estrutura que temos em funcionamento.

Os casais devem ficar cientes destes avanços em nossa cidade, e saberem que a grande maioria dos casos de subfertilidade têm tratamento efetivo. Você encontrará com certeza profissionais e clínicas que podem lhe ajudar. Contatem um especialista e tirem todas as suas dúvidas. Afinal, não faz sentido nenhum avanço na medicina se não for exatamente para lhe ajudar !!

Este foi nosso assunto e comentário da semana. Boa leitura e proveito, e até nosso próximo post.

8 Comentários para “Os avanços da Medicina Reprodutiva em Fortaleza”

  1. Keli Viviane disse:

    Olá Boa noite, tenho vontade de engravidar, porém fiz alguns exames com meu marido e descobrimos que o problema é com ele é infelizmente depois de feitos alguns exames foi descoberto que ele tem oligospermia deverá, onde foi feito outro exame chamado microdelecao do cromossomo y e no resultado seu que foi tudo detectado em todas as combinações. No espermograma deu que ele tem apenas 36 espermatozoides dentre eles apenas dois são normais. QUEREMOS FAZER UMA FIV será que temos alguma chance? Desde ja agradeço e estou aguardando resposta.

  2. fabioeugenio disse:

    Oi Keli,

    Existem sim chances pela FIV com ICSI.

    Abs,

    Dr. Fábio Eugênio

  3. tania cristina de lima disse:

    eu sou uma pessoa que fesi alaquiadura a um 8 anos agora tenho vontade de tem um filho de novo quero sabe com sao as protonidade de tem um

  4. fabioeugenio disse:

    Oi Tânia,

    Existem ótimas chances de nova gravidez pela fertilização in-vitro (FIV)>

    Abs,

    Dr. Fábio Eugênio

  5. Iris Fausto disse:

    Boa noite Dr.Fabio,já engravidei 3 vezes, mas só na segunda descobri q tinha trombofilia,Quando pensei q na terceira tentativa ia dar tudo certo co com o tratamento da eparina,infelizmente quando fui fazer o primeiro ultra-som só estava lá o saco gestacional e 3 dias apois,abortei espontaneamente.Em resumo depois dessa última estou tentando engravidar a um ano e não consiconsigo mais e tenho 40 anos.Minha dúvida é se devo ficar tentando mais alguns meses ou se tento a fiv.

  6. fabioeugenio disse:

    Oi Íris,

    Não perca mais tempo. Procure fazer diretamente a FIV.

    E faça avaliação para aborto de repetição.

    Abs,

    Dr. Fábio Eugênio

  7. Aparecida disse:

    Olá Dr. Fábio tenho 32 anos e estou casada a 10 anos sempre tive uma vontade enorme de engravidar só que nunca consegui pois tenho micropolicisto nós dois ovários e uma baixa de hormônio ao qual me dificultam engravidar sou filha única e não queria que minha linhagem acaba-Se em mim e até temo pelo meu casamento pois meu marido e pouco por crianças e as vezes me culpa é com razão por eu nunca ter engravidado, gostaria de saber se há algum tratamento ao qual eu consiga engravidar desde já agradeço a atenção..
    Obrigado

  8. fabioeugenio disse:

    Oi Aparecida,

    Existem vários tratamentos que podem lhe ajudar a engravidar, desde a indução de ovulação até a FIV.

    Abs,

    Dr. Fábio Eugênio

Deixe uma resposta

Mensagem