Dieta Gordurosa pode afetar qualidade do esperma - Medicina Reprodutiva - Dr. Fábio Eugênio

Estudos científicos recentes mostraram que homens que consomem uma dieta rica em gordura saturada – o tipo encontrado em junk food – têm menor contagem de espermatozoides do que os homens cujas dietas contêm níveis baixos de tais gorduras.

O chamado junk food em inglês são aqueles alimentos aos quais costumamos nos referir como “porcaria” ou “besteira”, ou seja, alimentos com alto teor de calorias, sal e gorduras saturadas, e com níveis reduzidos de nutrientes importantes como as proteínas, vitaminas e fibras. Fáceis de encontrar em supermercados, redes fast-food e lojas de conveniências, estes alimentos têm sido associados a várias doenças como obesidade, diabetes tipo 2, doenças cardíacas e hipertensão arterial.

Na verdade, os homens no estudo que comiam mais gordura saturada tinham uma contagem de espermatozoides 43% menor do que os homens que comeram menos destes alimentos. Além disso, a equipe descobriu que ter uma dieta saudável rica em gorduras ômega-3 polinsaturadas – encontrados em peixes e óleos vegetais – aumentou as chances dos homens terem espermatozoides de morfologia (formato) normal..

O autor principal do estudo científico, Dr. Jill Attaman, do Centro Médico Dartmouth-Hitchcock nos EUA, disse: “Se os homens alteram suas dietas, de modo a reduzir a quantidade de gordura saturada que comem e aumentar a sua ingestão de ômega-3, podem não apenas melhorar a sua saúde geral, mas também a sua saúde reprodutiva”.

Noventa e nove homens clientes de clínicas de fertilidade no Massachusetts General Hospital, Brigham and Women Hospital e Harvard Medical School participaram no estudo. Dr. Attaman e seus colegas de trabalho alertam que como houve um pequeno número de participantes, mais pesquisas são necessárias para estabelecer de forma conclusiva uma ligação entre o consumo de junk food e baixa qualidade do esperma.

Além disso, 71 % dos participantes do estudo estavam com sobrepeso ou obesidade. No entanto, os pesquisadores dizem que esse fator foi levado em conta, e que esta frequência frequência não era diferente da encontrada na população geral dos EUA.  Dr. Attaman esclareceu que não há, até o momento, muitas modificações no estilo de vida claramente identificáveis que podem ser feitas para otimizar a fertilidade natural e que “este é o primeiro relato de uma relação entre gorduras dietéticas específicas e qualidade do sêmen”.

Os resultados do estudo foram publicados na prestigiada revista Human Reproduction. Em uma revisão sistemática em separado no Archives of Internal Medicine, uma equipe de investigação da Harvard School of Public Health descobriu que os homens com sobrepeso e obesos são mais propensos a ter menor contagem de espermatozoides do que seus pares com peso normal.

Estes últimos resultados emergiram de uma combinação de 14 estudos que compararam a contagem de espermatozoides em grupos de homens de pesos variados. Especificamente, os homens com sobrepeso eram 11% mais propensos a ter uma baixa contagem de espermatozoides do que os seus pares com peso normal, e 39% mais propensos a ter azoospermia (zero espermatozoide)!

 Uma explicação plausível é que hormônios masculinos como a testosterona podem ser convertidos para o hormônio feminino estrogênio no tecido adiposo (gordura), o que poderia afetar a produção de esperma destes homens, dizem os pesquisadores.

Portanto o alerta está lançado. Homens que estejam tentando engravidar suas companheiras fiquem atentos à qualidade de sua alimentação, e à manutenção de um peso adequado à sua altura. Logicamente estas recomendações valem para todos que querem levar uma vida mais saudável.

1 Comentário para “Dieta Gordurosa pode afetar qualidade do esperma”

Deixe uma resposta

Mensagem