Estou neste momento participando do Congresso Brasileiro de Reprodução Assistida. Este ano o evento está ocorrendo em Florianópolis – SC, no Hotel-Resort Costão do Santinho. A região é belíssima, privilegiada pela natureza, com formações rochosas, mar de águas cristalinas, e muito verde. Pena que está razoavelmente frio. No verão a beleza do lugar deve ser ainda mais exuberante.A programação científica do congresso está excelente. Na quinta-feira iniciamos os trabalhos com uma mesa-redonda sobre protocolos de estimulação ovariana. Dr. Mario Cavagna e Dr. Franco Júnior de São Paulo, falaram sobre fatores preditivos de resposta ovariana, e sobre protocolos de estímulo suave. O Dr Roy Homburg, convidado internacional vindo de Israel, mostrou uma atualização sobre o uso dos antagonistas de GnRH na prática clínica.

Em relação à predição da resposta ovariana ressalta-se mais uma vez a aplicabilidade clínica da contagem de folículos antrais através do ultrassom transvaginal, método simples e extremamente útil para avaliar o potencial de resposta da paciente à estimulação. E o hormônio antimulleriano, ferramenta também poderosa nesta avaliação, vem sendo utilizado com mais freqüência, à medida que os custos deste exame laboratorial diminuem.

Os protocolos de estímulo suave objetivam a obtenção de uma número menor, mas adequado, de óvulos maduros, diminuindo os custos do tratamento pelo uso de menor qualidade de medicamentos, e mantendo taxas aceitáveis de gravidez. Nestes casos as estratégias são associar drogas orais, como o Clomifeno e o Letrozole, ou mesmo substituir a gonadotrofina (FSH) na fase final de indução por baixas doses de hCG. São situações específicas, utilizadas em casos selecionados e esporádicos de FIV.

Dr. Roy Homburg abordou as atualizações no uso dos antagonistas de GnRH na FIV, e suas diferenças e vantagens em relação aos agonistas. A utilização dos antagonistas tem sido cada vez mais usual, com resultados semelhantes aos antigos esquemas com agonistas, e as vantagens de uso de menor quantidade de medicação, e redução do risco de Síndrome de Hiperestímulo Ovariano.

Todas são estratégias que já utilizamos de rotina em nossa prática clínica.

Amanhã retorno com mais informações e novidades do congresso. Abraços !!

15 Comentários para “XV Congresso Brasileiro de Reprodução Assistida”

  1. correia disse:

    Gostaria de saber se homens com Parotidite conseguem fazer filho com a fertilizacão em vitro????? Por favor responda 

  2. fabioeugenio disse:

    Olá Correia,

    Temos que avaliar qual o grau de comprometimento do testículo decorrente da parotidite, ou seja, a alteração do espermograma. Mesmo em casos de azoospermia, muitas vezes conseguimos obter espermatozóides diretamente dos testículos.

    Portanto, é possível sim o homem ter flhos através da fertilização in-vitro após parotidite, mas precisa uma avaliação rigorosa de um especilista em medicina reprodutiva.

    Abraços,

    Dr. Fábio Eugênio

  3. ola dr. tou sem mestruar ha cinco meses e eu acho que nao acho que estou gravida porque nao sinto nenhum simtomas o senho podoa por favor urgente mim dizer o qu podria ser tenho 19 anos sou casada e fiz relaçoes sexuais com meu marido sem nanhum praservativo mim manda uma respesta urgente!!

  4. fabioeugenio disse:

    Oi Vanderlânia,

    Para tirar a dúvida basta fazer o exame de gravidez – beta hCG. Se não for gravidez deve ser alguma alteração hormonal.

    Abraços,

    Dr. Fábio Eugênio

  5. olá Dr. !! queria muito engravidar mais,não consigo ja faz mais ou menos uns dois anos que tento e não consigo o senho poderia mim dar umas dicas!!há e eu fiz sim em exame beta hcg e deu negativo! não sei o que e que esta acontecendo comigo!!!!! obrigada abraçossssss!!!!

  6. fabioeugenio disse:

    Oi Vanderlânia,

    Se você está há 5 meses sem menstruar deve estar com alguma alteração hormonal (anovulação).
    Procura consultar um especialista em medicina reprodutiva para realizar exames de avaliação.

    Abraços,

    Dr. Fábio Eugênio

  7. Dimas disse:

    Dr preciso de uma ajuda, tomo 6 Tegletol 2 Gardenal por isso preciso de uma ajuda de vcs tenho 44 anos não consigo engravidar minha mulher oq vcs podem fazer por mim eu preciso de um filho pra me dar uma força e me ajudar no tratamento façam uma força ve oq da  pra fazer por mim  ficarei muito grato a tds  abraço

  8. fabioeugenio disse:

    Oi Dimas,

    Você deve fazer o espermograma, para saber se estas medicações estão alterando sua produção de espermatozóides.
    Abraços,
    Dr. Fábio Eugênio

  9. Ronald disse:

    Great beat ! I would like to apprentice at the same time as you amend your website, how can i subscribe for a blog site? The account helped me a applicable deal. I have been a little bit acquainted of this your broadcast offered vivid clear idea

  10. juliana disse:

    Doutor, 
     
    vou fazer exame para contagem de foliculos antrais, mas no mês passado tomei anticoncepcional. Isso pode afetar o resultado do meu exame?

  11. fabioeugenio disse:

    Oi Juliana,

    Não há problema em ter tomado anticoncepcional no ciclo prévio.

    Abraços,

    Dr. Fábio Eugênio

  12. Ana Cláudia disse:

    Olá doutor, tem três anos que estou tentando engravidar e nada,já tenho uma folha ela tem 9 anos, do meu primeiro casamento, hj sou casada novamente e não consigo engravidar.
    Meu esposo fez uma cirurgia para descer o testículos para a bolsa escrotal, ele ele fez o exame de espermograma, e deu ph
    7,5 e não foi achado nenhum esperma vivo, bom o médico disse pra ele focar 5 dias sem sexo mas quando ele ligou pra marcar o exame a mulher disse que era 7 dias bom, ele ficou de Domingo sem sexo até o outro domingo de manhã pra fazer o exames,e vai ter que repetir o exame.tem algum tratamento que ele pode fazer pra fazer os esperma saírem vivos? Ou tem alguma chance de tentar engravidar por outro métodos? Me ajude por Deus vou enlouquecer

  13. fabioeugenio disse:

    Oi Ana Cláudia,

    Neste caso deve-se tentar encontrar espermatozoides nos testículos através de biópsia (micro-TESE), e fazer a fertilização in-vitro (FIV).

    Abs,

    Dr. Fábio Eugênio

  14. Alfred disse:

    olaa eu tenho algumas duvadis que gostava de esclarecer se fosse possivel eu tenho 15 anos, e ja nc3a3o sou virgem. De principio eu e o meu namorado tinhamos relac3a7c3b5es utilizando preservativo, pois eu nc3a3o tomava nenhuma pilula. Mas depois eu comexei a tomar uma pilula e deixamos de usar preservativo. passamos a utilizar a tecnica de oito interrompido.mas a minha duvida c3a9 se eu tomando a pilula, chamada YASMIN, corro o risco de engravdar. c3a9 que eu sei que esta pilula c3a9 fraca e tenho medo de engravidar, mesmo que o meu namorado nao ejacule dentro de mim, acaba sempre por deitar o lubreficante para dentro do meu canal vaginal OBRIGADA

  15. fabioeugenio disse:

    Olá,

    Na tomada regular e correta do anticoncepcional, o risco de gravidez é muito baixo !!

    Abs,

    Dr. Fábio Eugênio

Deixe uma resposta

Mensagem