Assim como ontem, as atividades continuam extremamente produtivas. Nestes dois últimos dias destaco as apresentações de pesquisadores de destaque no mundo nos tratamentos dos fatores masculinos de subfertilidade.

Foi ressaltado o papel importante dos hábitos de vida saudáveis, boa alimentação e controle do peso. Os casos idiopáticos (sem causa determinada) de alteração da produção seminal continuam sem tratamento comprovado. Citrato de clomifeno não funciona. Os estudos com vitaminas e outras substâncias anti-oxidantes também ainda estão sem uma evidência científica inequívoca.

A varicocele, que tantas vezes abordamos aqui no blog, ainda causa controvérsias. Entretanto, as principais sociedades mundiais de Urologia e Reprodução Assistida recomendam o tratamento cirúrgico se a varicocele estiver alterando o espermograma, e os exames da parceira estiverem todos normais.

Em casos de azoospermia (ausência de espermatozóides no ejaculado), a micro dissecção testicular continua o método de escolha, para tentar obter espermatozóides viáveis para a fertilização in-vitro (FIV).

Nesta quarta uma mesa-redonda com dois cientistas americanos trouxe as atualizações em Síndrome dos Ovários Policísticos. A paciente com esta patologia merece abordagem multifatorial. Além dos fatores ginecológicos e reprodutivos, deve-se dar uma atenção às alterações metabólicas, como a resistência à insulina, que pode trazer importantes riscos futuros de doenças cardiovasculares. É fundamental que estas pacientes percam peso e mantenham índice de massa corporal (IMC) normal.

Para o tratamento reprodutivo, a indução de ovulação com Citrato de Clomifeno, as Gonadotrofinas e a fertilização in-vitro (FIV) continuam o tratamento de escolha. Papel relevante também tem a metformina em compensar as alterações metabólicas, e melhorar a implantação embrionária destas pacientes na FIV.

Na quinta estou de volta ao Brasil. Próxima semana faço um resumo geral pra vocês. Até lá.

7 Comentários para “Congresso Europeu de Reprodução Assistida (ESHRE) – Parte 2”

  1. eliete disse:

    OI DOTOR FABIO RESPONDE MINHA PERGUNTA

  2. fabioeugenio disse:

    Oi Eliete,

    Te enviei um e-mail.

    Abraços,

    Dr. Fábio Eugênio

  3. Olá Dr Fábio gostei muito do seu blog, pois traz informacões importantes e completas, quero parabenizá-lo pelo profissionalismo. Tenho 40 anos e tentando engravidar, gostaria de saber qual o valor em média de cada tratamento, obrigada. Abraços

  4. fabioeugenio disse:

    Oi Ana Cristina,

    Obrigado pelo incentivo !!

    A inseminação intrauterina tem custo clínico médio de 2.500 reais + cerca de 1.500 reais de medicações.

    A FIV tem custo clínico médio de 9.000 reais + cerca de 5.000 reais de medicações.

    Abs,

    Dr. Fábio Eugênio

  5. Carmenza disse:

    Boa tarde.minha c3baltima mestruac3a7c3a3o foi no dia 10/09/12. ac3ad em 19/10/12 fiz o beta ea desogam foi 2.501,1, passei mal i bati uma trasvaginal em 5/11/12 nc3a3o apareceu nada o mc3a9dico falou que eu nc3a3o estava grc3a1vida mandou eu fazer outro beta pois eu fiz e deu2.548,0 novamente positivo foi novamente ao mc3a9dico ele falou que era pra eu esperar agora no dia 13/11/12 fiz ourto beta e deu 10.739,6 positivo, sc3b3 que agora eu estou sangrando e a mc3a9dica falou que o meu bebe nc3a3o vai pra frente sendo que ela falou que o valor do beta teria que ser diminuindo oq fac3a7o.

  6. fabioeugenio disse:

    Olá,

    Tem que fazer ultrassom para descartar gravidez ectópica (tubária).

    Abs,

    Dr. Fábio Eugênio

Deixe uma resposta

Mensagem